A força política da imagem de Viola no Golden Globe

Viola Davis está cada vez mais usando sua influência para se posicionar politicamente. Uma prova foi a forma como ela participou da ediçao virtual do Globo de Ouro, que aconteceu dia 28 de fevereiro. A estrela apareceu confiante e deslumbrante nas redes sociais em um vestido de algodão com estampa africana da marca Lavie by CK de Los Angeles, do estilista negro Claude Kameni.

Elizabeth Stewart, profissional responsável por pensar toda imagem de Viola para o evento, completou o visual com uma bolsa italiana Gabo Guzzo vermelha, o cabelo natural arrumado de acordo com penteados tipicamente africanos, um colar de corrente da joalheria italiana Pomelatto feito com ouro e diamantes e brincos combinando. As correntes, hoje hit fashion, são elementos identitários que se popularizaram com o crescimento da cultura do hip hop, usadas por muitos artistas negros para demonstrar o poder do povo negro.

Viola Davis's Lavie by Claude Kameni Dress | Golden Globes | POPSUGAR  Fashion


Toda a imagem de Viola foi pensada para continuar a enfatizar a importância da diversidade e inclusão no nos eventos, filmes, séries e produções hollywoodianas. A escolha também foi uma forma de protestar para que a Hollywood Foreign Press Association (HFPA), que organiza o Golden Globe, passe a ter membros negros.

Enquadrar a roupa de Viola no estilo criativo é diminuir todo esse simbolismo e ativismo da imagem detalhadamente pensada para a premiação. A atriz trouxe para o red carpet virtual todo glamour, elegância e sofisticação da cultura negra. Ela mostrou a riqueza da cultura africana e levantou a bandeira do empoderamento desses elementos.

Como consultoras e estrategistas de imagem precisamos abrir nossos olhos para as diversas formas de demosntrar poder, autoridade, credibilidade, elegância e sofisticação. Reconhecer que diferentes culturas possuem diferentes códigos, e para empoderar diferentes mulheres é preciso fazer uso estratégico desses elementos ajudando essas lideranças femininas a defenderem as pautas delas.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Posts relacionados

deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: